Monday, December 14, 2009

I've been interviewed! / Eu fui entrevistado!



I've been interviewed by The Goblin! While a bit unclean, somewhat outside the human beauty standards, and with a strange green skin, the small goblinoid proved to be friendly and quite the intelectual, asking some intriguing, difficult questions. We sat on the best table of his cozy tavern, and spent the evening chatting and helping ourselves to his best beverages. While we discussed about my artistic endeavors, and The Goblin seemed to listen carefully to every word with his big, pointed ears, I seized the opportunity to draw with my pencil a magnificent portrait of this... not so magnificent creature - although he was very witty, funny and kind, I have to say. And smelly. A lof of hiccups and laughs later - goblin beer will do that to you - he performed a small magical incantation, and told me that he had placed the interview on a placed he called 'Taverna do Goblin', which, according to him, is much like his real tavern, only it doesn't exist physically - but rather in another plane of existance, which is not magical nor planar in nature, but digital. Crazy goblin.


PS: The Goblin told me that while the interview is in portuguese, and he is too lazy to translate it, english readers can use something called 'Google Translator' to check out the interview, and this tool is apparently on the same digital world as his real-world tavern digital counterpart. Riiiiight.

UPDATE: Added a color version of the portrait. Made with the 'digital' make-belief stuff The Goblin was talking about, of course. I put it before the pencil version because colors are pretty. Oh, and notice the backlight coming from the fireplace of the Goblin's tavern - I think it added a nice touch to the piece.



Eu fui entrevistado por O Goblin! Apesar de um pouco sujo, de certa forma fora do padrão humano de beleza, e com uma estranha pele verde, o pequeno goblinóide provou ser amigável e bastante intelectual, fazendo algumas perguntas bem difíceis e intrigantes. Nós nos sentamos na melhor mesa de sua taverna, e passamos a tarde conversando e desfrutando à vontade de suas melhores bebidas. Enquanto nós discutíamos minhas empreitadas artísticas, e O Goblin parecia ouvir cuidadosamente cada palavra com suas grandes e pontudas orelhas, eu aproveitei a oportunidade de desenhar com meu lápis um magnífico retrato desta... não tão magnífica criatura - apesar de que ele foi bem esperto, engraçado e educado, tenho que dizer. E fedorento. Depois de muitos soluços e risadas - cerveja de goblin faz isso com você - ele fez um pequeno encantamento mágico, e me disse que tinha colocado a entrevista em um lugar que ele chamou de 'Taverna do Goblin', que, de acordo com ele, é bem parecida com sua taverna real, mas não existe fisicamente - mas apenas em outro plano de existência, que não é mágico nem planar em natureza, e sim digital. Goblin doido.

ATUALIZAÇÃO: Adicionei uma versão em cores do retrato. Feito com o material imaginário 'digital' de que O Goblin estava falando, é claro. Eu coloquei antes da versão a lápis porque cores são bonitas. Ah, e note a luz de fundo vindo da lareira da taverna do Goblin - eu acho que deu um toque legal ao trabalho.

5 comments:

O Goblin said...

Caraca, que incrivel essa imagem Togeiro, rapaz... Eu pensando que tu ia levar umas duas ou tres semanas para desenhar e ja esta ai...

Meu sem palavras, simplesmente demais, só que você vai ter que me autorizar a usar essa imagem.

Abraços
O Goblin

Alexandre Togeiro said...

Fala prezado O Goblin! Valeu, o mais importante era que você gostasse!!! Eu sou lento mesmo, mas precisava do desenho pronto ainda ontem, para que o post aqui tivesse uma imagem hehe! Como diz o Henfil, "a inspiração é um cachorro preto, um doberman bem aí atrás de você". No caso, um Warg.

Na verdade eu não autorizo, eu presenteio você com o uso da imagem, fique à vontade!!! É o mínimo que posso fazer pela força que você está dando pro meu trabalho e pela entrevista! Posso até mesmo colorir depois, não o fiz porque queria o retrato a lápis mesmo. Abraços!

Bruno Pinheiro said...

Muito bom o desenho.
Fantástico rapaiz.
Este, apesar de não ser heróico como os dos heróis, foi um dos que mais gostei!!!

Parabéns

Alexandre Togeiro said...

Grande Bruno! Brigadão pelo elogio cara! Foi um dos que eu mais gostei de fazer também! Não gosto muito de desenhar caricaturas, mas esse foi mais uma transformação em raça de fantasia do que a captura realista de semelhança, então curti muito!

crislago said...

Que ducaralho!! ficou massa demais!!
gradei tb do detalhe altamente POP no macacão dele!! hehe
abraço